segunda-feira, 17 de setembro de 2012

ÁGUA POTÁVEL I

Construção de 250 sistemas simplificados beneficia o semiárido

Os equipamentos são implantados pela Cerb em pequenas localidades e no meio rural disperso 
O Governo do Estado, por meio da Companhia de Engenharia Ambiental e Recursos Hídricos da Bahia (Cerb), empresa da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), realiza, no dia 3 de outubro próximo, em convênio com o Ministério da Integração Regional, licitação para a construção de 250 sistemas simplificados de abastecimento de água (SSAA) no semiárido baiano.
Com investimento de R$ 27,8 milhões, a previsão é o atendimento a 43.272 pessoas que não têm acesso à água potável. A obra intensifica, segundo o presidente da Cerb, Bento Ribeiro Filho, as ações desenvolvidas no semiárido para atender à demanda de abastecimento de água nas comunidades prejudicadas pela longa estiagem.

Convênio - Os sistemas simplificados, implantados pela Cerb em pequenas localidades e no meio rural disperso, representam solução mais adequada nessas comunidades. As prefeituras, via convênio ficam responsáveis pela operação e manutenção.
As obras são constituídas basicamente de captação, adução, reservação e distribuição da água. A captação, na maioria, é feita a partir de poços tubulares profundos destinados ao aproveitamento do lençol subterrâneo. Em alguns casos, também são aproveitadas águas superficiais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário